Juiz do Sul de Minas condena cães ao corredor da morte


A polêmica decisão do juiz de direito João Cláudio Teodoro, na cidade de Bueno Brandão, no sul de Minas, determinando o despejo de 70 animais que vivem sob a guarda da protetora Ana Karina, mais uma vez revolta a sociedade mineira que questiona a legislação vigente. Segundo nota divulgada no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a decisão foi tomada porque a proprietária não cumpriu o acordo feito em janeiro deste ano de transferi-los para outro local, e consta como autora de infração penal no processo que tramita no juizado especial criminal da comarca da cidade. Seu crime? Perturbação do sossego alheio. Reclamação registrada pela vizinhança. Ainda segundo a nota, o fato de a responsável pelos animais não ter mudado de endereço, representa total desrespeito aos direitos de seus vizinhos e à própria lei. Mas e os direitos dos animais? Ironicamente, o próprio Conselho de Medicina Veterinária autoriza o sacrifício de animais não adotados. O que significa que caso não sejam encaminhados a novos lares, todos eles serão mortos, e o pior, pelo próprio poder público.

A medida é condenada por protetores de todo o país que lutam pelo direito à vida dos animais que ao contrário do que a lei determina, não são simples objetos, mas sim seres vivos dignos de respeito. “Por isso lutamos para alterar a legislação. Os animais tem que ser considerados como vidas, o que efetivamente são. Nos Estados Unidos eles são tidos como um menor incapaz, ou seja, uma vida que como tal, possui todos os seus direitos resguardados”, diz o advogado Arildo Carneiro Junior, especializado em defesa dos animais. Segundo ele a perturbação do sossego só é configurada após a realização de perícia que comprove que o nível de decibéis no local ultrapasse os 85 determinados por lei. “É o único meio de comprovar a denúncia. As autoridades não podem se basear apenas em prova testemunhal de vizinhos, já que na maioria dos casos é constatada apenas uma implicância pessoal de indivíduos que não gostam de animais”. Somente após esta constatação é que o ajuste de conduta deve ser realizado.

De acordo com a lei federal 9.605/98, artigo 32, de proteção ao meio ambiente, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exótico, é crime. No entanto, a morte de animais resgatados das ruas é prática comum nos centros de zoonoses das cidades brasileiras, e tida como normal. “O sacrifício de qualquer animal é caracterizado como crime de maus tratos. E apesar disso, a legislação municipal de várias cidades confronta a lei federal, permitindo a eutanásia de animais saudáveis”. Muitos destes animais são mortos simplesmente porque os protetores responsáveis não têm condições financeiras para mantê-los, já que não recebem nenhum tipo de ajuda dos poderes públicos . São particulares e grupos que se movimentam tentando fazer um trabalho solitário. Somente em Belo Horizonte são mais de 30 mil cães abandonados nas ruas. A tarefa dos defensores dos animais é árdua, já que além de arcar com todas as despesas dos animais resgatados até encaminhá-los para a adoção, e de conviver com o preconceito de muitos membros da sociedade, ainda tem que enfrentar uma legislação que considera  vidas como objetos. Lamentável.

‘Se você também defende a causa dos animais, curta esta notícia e divulgue esta ideia’.






Fonte: Informações Estado de SP

13 comentários:

  1. lamentável essa situacão dos pobres caes que como a reportagem reforca, sao seres vivos com direito a vida.

    ResponderExcluir
  2. o juiz fez o certo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que ele condene sua mãe também seu insensível filho da p....

      Excluir
    2. BABACA! ESPERO QUE O CAPETA TE CARREGUE!

      Excluir
  3. Tá com dó dos cachorros?? levam para suas casa. Se fosse minha vizinha com estes cachorros eu teria dado chumbinho para todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. APROVEITA E COME O CHUMBINHO..Monstro!

      Excluir
    2. Hurrr..Durrr..
      Olha como eu sou trollzão na internet.

      Excluir
  4. vamos condenar à morte aos políticos que nos roubam e fazem tramóias que traem nossa confiança e vendem o Brasil.....não vai sobrar um para contar a história e se matarmos a metade ainda sobra a outra metade para o dia seguinte mas não vamos deixar para amanhã o que se pode fazer hoje certo??

    ResponderExcluir
  5. Olha, seu voce fosse meu vizinho, eu daria chumbinho pra voce! Os animais tem sentimentos e se voce nao acha isso, guarde esses comentarios retardados pra voce ok? Finge que tem pelo menos um pouco de juizo e para de fala uma atrocidade dessas em link de faz um protesto sobre a atitude e nao o contrario, e ainda aposto que voce é o tipo de pessoa que nao tem cultura, educacao ou respeito nenhum por onde vive ou pelos outros seres vivos que habitam o mesmo espço que voce! Se encherga por favor!

    ResponderExcluir
  6. cara vc vai ter sua morte sofrida iqual eles asim vc vai lenbrar do safrimento deles ai etarde pra vc

    ResponderExcluir
  7. cara entes de vc morre vc vai sofre muito lembre senpre diso pode te serteza diso fui

    ResponderExcluir
  8. Pq as duas menininhas dos comentários acima não mostram a cara? Covardes...
    Tenho uma ideia, vamos condenar os políticos que nos enchem o saco ao corredor da morte...

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado depois de moderado